Juan Ramón Nuñez Pestano

Profesor titular de Historia Moderna. Departamento de Geografía e Historia. Universidad de La Laguna.

Main research of the author is related to the History of Agrarian and Rural History, field he referred to most of his works published, starting with his memory of graduate published with the title “The Dynamics of the Ownership of the Land Property in Icod de los Vinos, Tenerife (1796-1830). Social Transformations and Economic behaviour in the Crisis of the Old Regime” (1984), or else some contributions to tributes and congresses as "Census and Tributes in the Canary Islands at the End of the Old Regime" (1988); "Irrigation, supply urban and property of water in Tenerife at the end of the old regime" (1993); "Terrestrial communications in Tenerife" (2003) and most recently the “History of the  Forest of Tenerife”, work in two volumes, in collaboration (2011).

In recent years, this path of research has led him to be interested in the study of communal practices and its disappearance, as it is the case of: "Peasants, agrarian change and communal uses: the case of the grassland of La Laguna (Tenerife), 1498 - 1769" (2014). "Communal rights and social conflict during the early modern period: revolts against the encroachments of the pastures of the Valley of La Orotava (2015) or" Struggle for the appropriation of resources and the end of municipal exploitations in las Cañadas del Teide: forms of ownership or management systems "(2015),  and “History and cultural landscape: the ranches of "culture and cattle" on the summits of western Tenerife” (2018).

In parallel with this line of research, the author has developed in addition a second line of works related with the institutional history of the Canary Islands during the modern age, as it is the case of "the crisis of the municipal model in the Canary Islands to end of the old regime (1994), or the monograph titled the triumphant Nivaria and its glorious capital or the origins of the insular lawsuit (2001). The need to teach the subject of archives in the Bachelor's degree in history gave rise to a new line of research in archival and documentary genesis which in recent years has developed in parallel with his investigations of agrarian history, highlighting work on the documentary resources of the ancient councils, as was the case with the catalogue of documents of the Council of La Palma (1501-1812) published in 1999 or the chapter “Proceedings of the Council of Tenerife: the application of quantitative analysis to know the Organization and genesis of a documentary series” (2009), although recently this line of work has evolved into the study of the process of formation of the family archives, topic on which has been invited to the Congress Family files paper." Social groups, domination and construction of memory (12th - 16th) Vitoria (2014), with the title "the formation of a family archive: the Lercaro family of Tenerife".

Antónia Fialho Conde

Professora Auxiliar do Departamento de História da Universidade de Évora, instituição onde se doutorou, em 2005, com a tese O mosteiro de S. Bento de Cástris e a Congregação Autónoma de Alcobaça (1567-1776), publicada em 2009 pelas Edições Colibri. É investigadora integrada do CIDEHUS-UÉvora, nas linhas 1 e 2, e investigadora colaboradora do CEHR/UCP, colaborando ainda regularmente com o Laboratório HERCULES/UÉvora. As suas áreas de investigação são o Monaquismo cisterciense feminino e a História da Igreja em Portugal (período moderno), bem como o Património e Cultura Material (período moderno), consumadas em diversas publicações, nas áreas de docência e ainda na orientação de teses em estudos graduados e pós-graduados. Participa em diversos Projectos nacionais e internacionais financiados e foi a Investigadora Responsável do Projecto FCT EXPL/EPH-PAT/2253/2013, Projecto ORFEUS - A Reforma tridentina e a música no silêncio claustral: o mosteiro de S. Bento de Cástris. É Directora da Comissão de Acompanhamento do Mestrado em Gestão e Valorização do Património Histórico e Cultural da Universidade de Évora e Adjunta das Comissões do Master Erasmus Mundus TPTI (Évora-Sorbonne-Pádua) e do 1º Ciclo em História e Arqueologia da Universidade de Évora..

Margarida Sá Nogueira Lalanda

Doutorada em História da Cultura e das Instituições, e Professora Auxiliar da Universidade dos Açores. Membro Integrado do CHAM – Centro de História d’Aquém e d’Além Mar, centro da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade dos Açores, no qual pertence ao Grupo Configurações Políticas e Religiosas. Autora de diversos estudos sobre história da sociedade, da cultura e da vida religiosa, em especial Clarissas e conventos femininos, nos séculos XV a XVIII: a sua tese de doutoramento, em 1996, A Sociedade Micaelense no século XVII (Estruturas e Comportamentos), publicada em 2002 pela Fundação Calouste Gulbenkian com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia; A admissão aos mosteiros de Clarissas na ilha de São Miguel (séculos XVI e XVII); «Regra e Comunidade: os Poderes nas Constituições Gerais de 1641 para os Mosteiros de Clarissas», em co-autoria (in Arqueologia do Estado); «Clarissas (Ordem de Santa Clara)» (in Dicionário de História Religiosa de Portugal); «Vida religiosa e trabalho: freiras de clausura no século XVII nos Açores» (in A Mulher e o Trabalho); «Considerações históricas sobre a Madre Teresa da Anunciada» e «Do Convento de Jesus, na Ribeira Grande (S.Miguel), no século XVII: as cartas de dote para freira» (ambos in Arquipélago. Revista da Universidade dos Açores); «Clarissas nas dioceses do Funchal e de Angra nos séculos XVI e XVII» (in Diocese do Funchal).

José Virgílio Pissarra

José V. Pissarra (Lisboa, 1971). Doutorado em História dos Descobrimentos e da Expansão pela Universidade de Lisboa. Investigador Integrado do Centro de História da Universidade de Lisboa (CH-UL) e membro efectivo da Academia de Marinha, Lisboa.

Curriculum vitae: https://Orcid.org/0000-0002-1082-9969.

Rute Isabel Rodrigues Dias Gregório

Rute Isabel Rodrigues Dias Gregório nasceu no Uíge, Angola, em 1966. É Professora Auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas / Departamento de História Filosofia e Artes da Universidade dos Açores e investigadora integrada do CHAM-Centro de Humanidades da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade dos Açores. Doutorou-se em História, em 2006, com a tese “Terra e fortuna: os primórdios da humanização da ilha Terceira (1450?-1550)” [pub. 2007]. Possui pós-graduação em Ciências Documentais e da Informação pela Universidade dos Açores (2008), tem um Master em Documentação pela Universidade de Alcalá de Henares (2011) [pub. 2015]. Foi diretora da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada entre 01.10.2011 e 01.01.2017, e diretora da Biblioteca, Museu e Arquivo da Universidade dos Açores, entre 15.02.2017 e 31.08.2018. Exerceu, entre 01.09.2018 e 01.03.2019, em regime de substituição, funções de deputada na Assembleia Legislativa Regional dos Açores. Dirige, atualmente, Serviço Diocesano dos Bens Culturais da Igreja – Diocese de Angra (Açores). Em representação da Diocese de Angra é membro do Conselho Regional de Cultura e da Comissão Consultiva do POTRAA (Plano de Ordenamento Turístico da RAA). Os seus principais temas de investigação enquadram-se na História Económica e Social dos séculos XV e XVI, na História dos Açores (séculos XV-XVI) e na Arquivística Histórica (séculos XV-XX). Tem publicados vários livros e artigos em revistas da especialidade.

Criado com o Mozello - o construtor de site mais fácil de usar do mundo.

 .